Especificar produto é coisa séria!

Um dos fatores importantes para qualquer setor de suprimentos antes de sair cotando, comprando e adquirindo é a especificação técnica. Mas será que sabemos disso?



Acerte na batata (Foto: Iara Venanzi)

Um dos fatores mais importantes para qualquer setor de suprimentos antes de sair cotando, comprando e adquirindo é a especificação técnica. Essa informação normalmente é gerada pelas pessoas responsáveis pela ficha técnica, ou lista técnica, do restaurante, lanchonete, bar etc. Em grandes empresas do setor, essa informação vem de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) ou através do chef de cozinha.


Imagine você que o prato a ser montado para o restaurante depende de uma batata especial, uma que precisa ser mais dura e amarelada, que possui um determinado tamanho. Isso porque, lembre-se, antes de ter o produto, já passamos pela montagem, especificação, teste entre outros processos e procedimentos.


Pois bem, uma vez definidas as MP’s (Matérias Primas), é hora de fazer valer os esforços e padronizar os itens com as especificações. De posse de tal informação podemos avançar no contexto de compras, agora com especificação superada, é hora de ir atrás do produto e conquistar a melhor negociação possível do produto. Veja que destacamos a palavra MELHOR NEGOCIAÇÃO e não melhor preço, pois nem sempre o melhor preço é garantia de sucesso. Parece louco esse papo né? No próximo artigo falaremos mais sobre o tema.


Legal, mas qual a importância da especificação?


Imaginemos que Rafael, chef de cozinha renomado, fez sua lista de necessidades e passou para o comprador efetuar tal tarefa. Dentre todos os itens, estava a bendita batata, porém sem especificação nenhuma. Na lista apenas estava batata para prato especial. Pois bem, o comprador, com a sua fome de fazer um baita trabalho, comprou a batata mais barata que achou e sem padrão nenhum, apenas pediu batata imaginando que Rafael quisesse apenas qualquer tipo de batata, afinal, além do Rafael, ninguém mais saberia que a batata era de um determinado tamanho, cor e tipo. Aliás, temos mais de 2mil tipos de batata você sabia? Imaginem comprar o produto sem especificação?


Especificação é um tema que precisa ser levado a sério, é o RG, é a assinatura, é a receita do prato. Esta precisa ser formalizada e em não apenas na “cachola” de uma determinada pessoa ou profissional. Depois não reclame que seus clientes não voltam em seu estabelecimento. Se nem suas especificações são fiéis a você, imagine seus clientes?!

Quer padrão? Quer sempre que seus pratos tenham as mesmas características? Então a especificação precisa estar sempre formalizada, pois com ela, qualquer um que saiba ler, poderá seguir a regra e não precisaremos consultar o Rafael, o chef de cozinha renomado, deixando-o mais livre em seu dia a dia, finalizando os pratos e dando o padrão correto para a operação.


Engraçado que, para quem é apaixonado por carro, não põem qualquer óleo na troca, apenas colocam, em sua maioria, o óleo especificado pela fabricante, mas no estabelecimento qualquer batata é batata. Não é bem assim, não é?

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2020 por ReInova Consultoria.