BUDGET: O que é isso?

Sabe o que é? O que significa? Para que serve? E se é realmente importante para seu negócio?



Foto: manualdasecretaria.com.br

O que é o Budget?


O Budget é uma palavra inglesa que significa orçamento, ou seja, o planejamento financeiro e a estimativa das receitas, despesas e dos investimentos de uma empresa.

É uma ferramenta muito importante para o planejamento estratégico da Companhia, informando para a administração o comportamento do negócio. É o resultado entre suas receitas, despesas e investimentos ao longo do tempo, mas com visão do futuro desta operação, projetando como será determinado exercício, ou período estimado.

Sua criação é considerada de média a alta complexidade por exigir um certo planejamento e estimativa futura do conjunto de atividades operacionais e administrativas para o decorrer do ano de uma empresa. É utilizado as premissas de comportamento do mercado perante a oscilação econômica como índices inflacionários IGP-M, IPCA, INPC, Dólar e outros indicadores no qual tenha sentido com as transações ou operações executadas pela empresa.


Como realizar um bom orçamento?

O orçamento quanto mais detalhado e preciso, melhor para seu acompanhamento e atingimento das metas. As receitas devem ser compostas pelo seu menor indicador (Produto, Ticket médio, Tráfego, etc) e multiplicado pelo seu volume de expectativa de vendas. Suas métricas de CMV/CPV deverão acompanhar este mesmo custo do indicador utilizado. Para as despesas com pessoal deverá ser previsto qual será o quadro para os respectivos períodos e seus custos. Os contratos vigentes deverão ser analisados, quantificados em seus respectivos períodos realizados. Deverão ser previstos também despesas eventuais para funcionalidade da operação assim como gastos de manutenção e outras despesas correlatas. Quanto aos investimentos deverão ser quantificados e planejados para quando serão realizados, seja ela troca de equipamentos e ou abertura de outra unidade de negócio. Todos estes gastos deverão ser corrigidos no seu respectivo período e com indicador correspondente, seja ele nos vencimentos de contratos como são os casos dos aluguéis, IGP-M, dissídios conforme cada categoria do quadro de colaboradores, etc.


Como implanto em meu negócio?

Algumas empresas elaboram seus orçamentos unicamente com base no seu histórico, visto que as informações de suas receitas e despesas são de fácil alcance, no entanto este modelo pode ser considerado como uma falta de objetivo e com um planejamento estratégico propício a falhas. A gestão deve ter visão futura, e saber que caminho a Companhia deverá seguir diante de um cenário que virá com algumas alterações econômicas. Por isso o ideal é utilizar o histórico para ter conhecimento do resultado de acordo com aquele cenário econômico ocorrido, e com isso saber as variações para alinhar com as estratégias a serem tomadas apontado para o próximo exercício no qual se pretende projetar no Budget.

É de entendimento do mundo corporativo que o orçamento deve ter sua criação estática, ou seja, seus dados previstos não podem ser alterados quando já postos em execução. Tendo este Budget como finalizado, ele deverá ser acompanhado e comparado com o realizado e analisado suas variações, para que se tome ações ou explicações destes números.

Algumas Companhias, pela rigidez que o Budget impõe, utilizam de outros mecanismos caso precisem trazê-lo um pouco mais para a realidade. A cada mês o orçamento é revisado comparando os valores previstos com os realizados, com esta análise é realizado o Forecast, ou seja, revisão do Budget corrigindo assim os meses seguintes com os valores efetivamente realizados. Estas duas ferramentas juntas são muito utilizadas no mundo empresarial.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

©2020 por ReInova Consultoria.